Alexandre de Moraes é hostilizado em Roma, e PF identifica agressores

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes (STF), foi hostilizado nesta sexta-feira (14) por um grupo de três brasileiros no aeroporto internacional de Roma.

O ministro foi xingado de “bandido, comunista e comprado” por uma mulher identificada como Andreia Munarão.Moraes estava com a sua família no aeroporto da capital italiana, quando voltava de uma palestra que ministrou na Universidade de Siena, uma das mais tradicionais daquele país, onde participou de um fórum internacional de direito.

Depois, um homem, apontado pela PF como Roberto Mantovani Filho, teria agredido fisicamente o filho do magistrado com um tapa, segundo relatos obtidos pela coluna. O filho de Moraes interveio na discussão para sair em defesa do pai.

Marido de Andreia, Mantovani Filho é empresário de Santa Bárbara d’Oeste, no interior de São Paulo.

Um terceiro sujeito, Alex Zanatta, genro do empresário, prosseguiu com os xingamentos ao lado de Roberto e Andreia no aeroporto de Roma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × três =