Médico Edmo Coelho morre após caminhonete colidir com carreta e explodir no Acre

O médico Edmo Orlando Fonseca Coelho, de 73 anos, morreu carbonizado após o carro dele invadir a pista contrária, bater de frente com uma carreta e explodir na noite deste sábado (15), no km 30 da BR-364, no município de Senador Guiomard, no interior do Acre.

Segundo informações das autoridades de trânsito, Edmo Coelho trafegava no sentido Rio Branco/Porto Velho em uma caminhonete modelo S-10, de cor azul e placa MPZ-3420, quando o veículo invadiu a pista contrária e seguiu em direção a Ponte do Rio Iquiri na contramão, onde colidiu de frente de uma carreta de cor vermelha e placa NXT-1H37.

A colisão entre os veículos aconteceu no meio da Ponte do Rio Iquiri, causando a explosão da caminhonete e a morte do motorista, que teve o corpo totalmente carbonizado. A carreta acabou quebrando a lateral direita da proteção da ponte, ficando com a cabine pendurada, prestes a cair de uma altura de aproximadamente 15 metros de altura.

A tragédia não foi maior pois a carreta estava carregada de pó de brita e segurou o veículo sobre a ponte. Dentro da carreta havia quatro pessoas. As rodas traseiras da carreta também pegaram fogo.

Populares que passavam pela rodovia acionaram a polícia e uma ambulância. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) enviou as ambulâncias 01 e a 07 de Rio Branco, mas quando os socorristas chegaram no local, só poderam atestar morte ao médico Edmo Coelho, pois o mesmo estava carbonizado dentro do próprio veículo.

O Corpo de Bombeiros Militar do 2° Batalhão foi acionado e chegou rápido ao local, apagando o fogo da caminhonete, porém, o veículo já estava totalmente destruído. Os bombeiros também apagaram as chamas nas rodas da carreta.

A Polícia Militar do 4° Batalhão de Senador Guiomard e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) estiveram no local e fizeram o isolamento da área para os trabalhos da perícia. O rabecão do Instituto Médico Legal (IML) também esteve no local com a equipe de Polícia Técnica Científica para fazer a perícia e recolher o corpo de Edmo Coelho e levar para Rio Branco, onde passará por exames cadavéricos.

Ainda segundo informações de amigos próximos ao médico, nesse sábado ele estava trabalhando em uma clínica em Acrelândia, realizando exames psicotécnicos. Edmo Coelho ainda voltou a Rio Branco durante o dia e a noite estava indo para Acrelândia para dormir na fazenda dele, quando acabou acontecendo o acidente.

O veículo e a carreta foram removidos por dois guinchos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − dez =