Alunos do U:verse devem perder bolsas do FIES e ProUni com o fechamento da instituição

Um grupo de alunos protestou nesta quinta-feira, 20, em frente ao Centro Universitário U:verse, por se sentirem prejudicados após o anúncio de encerramento das atividades da instituição de ensino. Segundo eles, pelo menos 152 alunos que possuem a inscrição no Sistema de Seleção Unificada (SISU) e no Portal Único de Acesso ao Ensino Superior (ProUni), devem perder as bolsas de 50 ou 100%.

O estudante de direito, Walisson Dias, que participa do movimento, afirmou que a situação ocorreu sem os devidos esclarecimentos e que tudo foi informado por meio das redes sociais da U:verse enquanto os discentes estavam em período de recesso acadêmico.

Um desses comunicados, é de que todos os alunos iriam ser realocados para a Estácio Unimeta, mas durante a assinatura do termo, eles descobriram as circunstâncias para que fossem efetivados no novo local.

“Fomos informados que não seriam mais aceitos as nossas bolsas e que a única solução que a instituição tinha para nós, era oferecer um desconto de 70% em cima da mensalidade”, destacou.

Ainda de acordo com ele, outra questão envolvendo estágio remunerado, tem lesado a vida dos alunos, já que com que com o fim dos estudos, o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) e o Instituto Euvaldo Lodi (IEL), devem cancelar os auxílios, como já foi informado para eles.

“Dia 30 de julho, tanto o CIEE quanto o IEL, irão desligar todos os estagiários que não apresentarem uma nova declaração de vínculo com uma nova instituição de ensino. Eles já tinham desligado no mês passado, mas como foi assunto na mídia, eles adiaram para esse mês. E até lá se eu e meus outros colegas não apresentarmos um novo documento comprovando que continuamos estudando, seremos desligados”, abordou.

O estudante de direito explicou também que na tentativa de falar com representantes da U:verse e com o coordenador de seu curso, recebeu como resposta um pedido para que todos desistissem.

“Isso não pode ficar assim. Fizemos essa manifestação hoje e terão outras, pensamos até em fechar a Dias Martins. A única informação que tivemos deles, foi que se entrarmos com ação, não vai dar em nada. O próprio coordenador do meu curso falou para a gente seguir a vida, esquecer isso, que servirá apenas como aprendizado. Eles ficam debochando da nossa cara”, pontou.

ac24horas entrou em contato com a assessoria do Centro Universitário U:verse, mas foi repassado que a situação só podia ser esclarecida com o vice-reitor da instituição, que se encontrava de licença no momento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − 2 =