Promotor que atuou em negociações durante rebelião no AC sofre ataques homofóbicos de policial penal

Promotor Tales Tranin participou das negociações com os presos durante rebelião no Presídio de Segurança Máxima Antônio Amaro, entre quarta (26) e quinta (27). MP-AC divulgou uma nota de solidariedade ao promotor e pediu que o policial penal seja punico pelos ataques.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + 16 =