Censo do IBGE: 9 em cada 10 cidades do Brasil têm indígenas; veja mapa e consulte sua cidade

Quase 90% das cidades do país têm moradores indígenas, segundo dados do Censo do IBGE divulgados nesta segunda-feira (7). São quase 1,7 milhão de pessoas espalhadas em 4.832 cidades em todos os estados do país.

O Censo de 2022 mostra que:

  • O Brasil tem 1,7 milhão de pessoas que se identificam como indígenas. Isso corresponde a 0,8% da população total do país.
  • O Norte concentra 45% dos indígenas brasileiros, com grande destaque para o estado do Amazonas – que, sozinho, tem 490,9 mil indígenas, ou 29% do total.
  • O Nordeste vem em seguida, com 31% dos indígenas do país. O destaque da região é a Bahia, o segundo estado com mais indígenas do país – com 229,1 mil pessoas.
  • Mesmo com essa concentração, há indígenas em todas as regiões e em todos os estados brasileiros.
  • Das 5.570 cidades do país, 4.832 têm moradores indígenas (86,8%).
  • Os povos indígenas passaram a ser mapeados pelo IBGE em 1991, com base na autodeclaração no quesito “cor ou raça”. No entanto, a partir do Censo de 2022, o instituto ampliou a metodologia, utilizando a cartografia censitária colaborativa e passando a considerar outras localidades indígenas além das terras oficialmente delimitadas.

Quais são as cidades com mais indígenas do país?

Das 10 cidades com as maiores populações indígenas do país, cinco estão no Amazonas, como é possível ver no ranking abaixo.

O primeiro lugar é ocupado pela capital, Manaus, que tem mais de 71 mil indígenas.

Outras três capitais estão no ranking: Salvador, com 27,7 mil indígenas; Boa Vista, com 20,4 mil; e São Paulo, com 19,8 mil.

Veja o ranking completo (por quantidade)

  1. Manaus (AM): 71.713 indígenas
  2. São Gabriel da Cachoeira (AM): 48.256
  3. Tabatinga (AM): 34.497
  4. Salvador (BA): 27.740
  5. São Paulo de Olivença (AM): 26.619
  6. Pesqueira (PE): 22.728
  7. Autazes (AM): 20.442
  8. Boa Vista (RR): 20.410
  9. Tefé (AM): 20.394
  10. São Paulo (SP): 19.777

Considerando a proporção — ou seja, quanto a população indígena representa em relação ao total de habitantes da cidade –, o município de Uiramutã, em Roraima, lidera o ranking nacional. Lá, quase 97% dos moradores se autodeclaram indígenas.

Veja o ranking completo (por proporção):

  1. Uiramutã (RR): 13.283 indígenas (96,6% da população da cidade)
  2. Santa Isabel do Rio Negro (AM): 13.622 (96,2%)
  3. São Gabriel da Cachoeira (AM): 48.256 (93,2%)
  4. Amaturá (AM): 9.948 (92%)
  5. Normandia (RR): 12.144 (88,8%)
  6. Marcação (PB): 7.926 (88,1%)
  7. Baía da Traição (PB): 7.992 (86,6%)
  8. Carnaubeira da Penha (PE): 10.506 (85,8%)
  9. São Paulo de Olivença (AM): 26.619 (80,7%)
  10. São João das Missões (MG): 10.398 (79,8%)

Quais são as cidades com mais indígenas do país?

  • Das 10 cidades com as maiores populações indígenas do país, cinco estão no Amazonas, como é possível ver no ranking abaixo.
  • O primeiro lugar é ocupado pela capital, Manaus, que tem mais de 71 mil indígenas.
  • Outras três capitais estão no ranking: Salvador, com 27,7 mil indígenas; Boa Vista, com 20,4 mil; e São Paulo, com 19,8 mil.
  • Veja o ranking completo (por quantidade)
  • Manaus (AM): 71.713 indígenas
  • São Gabriel da Cachoeira (AM): 48.256
  • Tabatinga (AM): 34.497
  • Salvador (BA): 27.740
  • São Paulo de Olivença (AM): 26.619
  • Pesqueira (PE): 22.728
  • Autazes (AM): 20.442
  • Boa Vista (RR): 20.410
  • Tefé (AM): 20.394
  • São Paulo (SP): 19.777
  • Considerando a proporção — ou seja, quanto a população indígena representa em relação ao total de habitantes da cidade –, o município de Uiramutã, em Roraima, lidera o ranking nacional. Lá, quase 97% dos moradores se autodeclaram indígenas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 2 =