Gladson dá início a construção da nova maternidade de Rio Branco

Em solenidade realizada no quadrilhodromo, próximo ao Estádio Arena da Floresta, o governador Gladson Cameli (PP) deu início nesta terça-feira, 8, a primeira fase de construção da nova maternidade de Rio Branco, Marieta Messias Cameli – orçada em R$ 30 milhões, oriundos de recursos próprios e de emendas parlamentares. No mesmo ato, também foi entregue equipamentos para a Secretaria de Saúde do Estado.

A ordem de serviço da primeira fase da obra foi assinada em dezembro do ano passado por Cameli. O novo hospital está no plano de governo para a gestão dos próximos quatro anos. Na primeira fase, o investimento previsto é de R$ 30 milhões. A construção foi dividida em cinco etapas e, ao todo, a obra está orçada em R$ 200 milhões.

O governador Gladson Cameli disse que essa obra tem um sentido especial por conta de uma situação precária ocorrida na sua família há anos atrás. Segundo ele, a ordem é deixar o espaço aconchegante. “Vidas não podem esperar, o povo está ansioso”, salientou, agradecendo o esforço da equipe governamental.

Cameli disse que os desafios são diários, mas garantiu que em suas próximas agendas governamentais, deverá reforçar pedidos para que as grandes empresas façam investimentos no Acre. “Irei atrás de buscar melhorias ao estado, não vou ficar sentado em uma cadeira, preciso gerar emprego e renda a nosso povo. Não vou deixar de colocar o Acre como protagonista”, declarou.

A nova maternidade vai ser construída às margens da Via Chico Mendes, no entorno da Arena da Floresta, na região do Segundo Distrito da capital. O Secretário de Saúde do Estado, Pedro Pascoal, revelou que a entrega de equipamentos ultrapassa mais de um milhão de reais e garantiu que a gestão deve investir mais R$ 8 milhões em novos equipamentos. “Esses equipamentos estão vindo para que possamos estruturar as regionais do estado. Queremos garantir uma assistência de qualidade a população, esse é um compromisso com gestão”, comentou.

O secretário de obras, Ítalo Lopes, deixou claro que a obra no geral deve movimentar mais de R$ 200 milhões – porém, nessa primeira fase, a gestão deve investir R$ 30 milhões. “A primeira etapa será investido R$ 30 milhões, a segunda etapa já temos R$ 90 milhões. O governador Gladson vai tá com o presidente Lula para inserir a obra no PAC 3 e o governo garante recursos para a 3° etapa. Não é o governo que pensa sozinho, é uma união”, argumentou.

Lopes revelou ainda que o prazo de conclusão da obra pode chegar a 5 anos, tendo em vista que, a primeira fase tem previsão de 12 meses.

Representando o Poder Legislativo, o deputado estadual Adailton Cruz (PSB), enalteceu a obra do governo e disse que a nova maternidade vai atender as demandas da população. “É um trabalho imenso do governo, quem tá de fora pensa que não está sendo feito nada. A estrutura da nossa maternidade não atende mais a necessidade e a nova vai suprir a população e tenho certeza que até o fim do mandato vamos inaugurar os leitos.

Estiveram presentes na solenidade, a vice-governadora Mailza Assis, o secretário de governo, Alysson Bestene, o deputado estadual Adilson Cruz, a secretária de comunicação, Nayara Lessa e demais autoridades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + 5 =