Acusado de assassinar mulher com 20 facadas por recusa de sexo é condenado a 21 anos de prisão  

Em sessão realizada hoje no Fórum Criminal, na Cidade da Justiça, o Conselho de Sentença da 1ª Vara Criminal de Rio Branco condenou por crime de homicídio qualificado com a atenuante de feminicídio o réu Eronilson da Silva Gomes, de 34 anos.

Ele é acusado de em 2021 ter matado com 29 facadas a merendeira Jacineide Ferreira Lima, de 40 anos, pelo fato de a mesma se recusar a fazer sexo com ele. A juíza Luana Cláudia de Albuquerque Campos estabeleceu a pena definitiva de 21 anos e 4 meses de reclusão em regime fechado. A magistrada ainda indeferiu o direito de o réu recorrer da sentença em liberdade.

De acordo com a denúncia do Ministério Pública, feita pela Promotor de Justiça Carlos Pescador, o crime ocorreu por volta de 14h30min do dia 23 de novembro de 2021. Jacineide trabalha como merendeira num Escola Pública e nas horas de folga fazia faxinas doméstica para completar o orçamento familiar.

Ela tinha sido chamada por um amiga para fazer uma faxina e caminhava pelo Beco do Bambu, com saída pela Rua Princesa Isabel, no bairro Raimundo Melo, quando foi abordada por Eronilson, que já estava sem as roupas de baixo e exigiu que a mesma fizesse sexo como ele. Como a trabalhadora se recusou, foi esfaqueada várias vezes e mesmo ferida conseguiu correr. Quando foi encontrada, já estava morta. Peritos da Polícia Técnica contaram 29 perfurações no corpo da vítima.

Do Fórum Criminal, depois de ouvir a pena imposta pela justiça, Eronilson da Silva Gomes foi mandado de volta ao Complexo Penitenciário de Rio Branco, onde já estava preso.

fonte: ecosdanoticia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 1 =