Com muitas festas e feiras nos Municípios, comissionados estariam abusando das diárias e governo acende sinal de alerta

Passado o 5° ano de governo Gladson Cameli (Progressista), o retrato do feijão com arroz começa a tomar de conta do Palácio Rio Branco e a gestão não disse a que veio no segundo mandato de um governo acusado de corrupção.

Tempos de pós-pandemia e com muitas atividades que tinham sido suspensas, as festas e feiras voltaram com força e o governo do Acre tem feito parceria com praticamente todas.

Acontece que a cada atividade cultural e de iniciativa empreendedora, um batalhão de comissionados se organizam para participarem, sem controle e muitos sem necessidade alguma de ganhar diárias para o referido evento, mas querem aproveitar a oportunidade mesmo sendo irrelevantes.

Com o governo desorganizado e sem planejamento, a situação começou a preocupar e o governador se manifestou sobre isso. Gladson afirmou que pedirá aos seus secretários, que cortem gastos, com combustível, pessoal e coisas desnecessárias, o que não foi feito até aqui. O festival de gente recebendo diárias e utilizando veículos do governo circular em festas nos municípios é abusivo e precisa ser revisto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + dezenove =