Mauro Cid e Bolsonaro chegam à PF no DF para depor sobre joias; oito serão ouvidos ao mesmo tempo

Polícia Federal ouve nesta quinta-feira (31) depoimentos simultâneos de oito pessoas citadas no inquérito dos presentes oficiais recebidos pelo governo Jair Bolsonaro e negociados ilegalmente nos Estados Unidos.

O ex-ajudante de ordens de Bolsonaro Mauro Barbosa Cid chegou à sede da Polícia Federal em Brasília pouco antes das 9h30. 

O carro usado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro desde que deixou o Planalto chegou ao prédio por volta das 10h45. Bolsonaro e a ex-primeira-dama Michelle devem ser ouvidos. 

Os oito depoimentos estão marcados para as 11h, em salas separadas em Brasília e em São Paulo. Não há duração prevista. 

Vão prestar depoimento ao mesmo tempo, em Brasília e em São Paulo: 

  • Jair Bolsonaro: ex-presidente
  • Michelle Bolsonaro: ex-primeira-dama
  • Mauro Barbosa Cid: ex-ajudante de ordens de Bolsonaro
  • Mauro Lourena Cid: pai de Cid, general da reserva que foi colega de Bolsonaro na Aman
  • Frederick Wassef: advogado de Bolsonaro
  • Fabio Wajngarten: ex-chefe da comunicação do governo Bolsonaro
  • Marcelo Câmara: assessor especial de Bolsonaro
  • Osmar Crivelatti: assessor de Bolsonaro

Entre sexta (25) e segunda-feira (28), Mauro Barbosa Cid depôs à Polícia Federal por mais de 10 horas – o que, inclusive, levantou rumores de uma possível delação premiada. 

Segundo investigadores, “Cid filho” colaborou com a PF e respondeu às perguntas. As declarações do ex-ajudante de ordens devem basear parte dos questionamentos previstos para esta quinta aos outros investigados.

fonte: https://g1.globo.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × um =