Agosto terminou com redução de 46% nos focos de queimadas no Acre

De acordo com os dados da série histórica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), o número de focos de queimadas registrados no Acre entre 1º de janeiro e 31 de agosto deste ano é o menor desde 2015.

Esse ano foram registrados 1.648 detecções feitas pelo satélite de referência, 46% a menos que os 3.088 de 2022. Considerando apenas o mês de agosto, a redução gira em torno dos 50% – 1.388 deste ano contra 2.638 de 2022.

O município de Feijó é o de maior concentração de focos de queimadas no Acre tanto no mês de agosto quanto no acumulado do ano até o momento. Nas 48 horas antes da atualização desta quinta-feira, 31, Feijó foi o segundo do país com mais registros.

fonte: https://nahoradanoticia.com.br/geral/agosto-terminou-com-reducao-de-46-nos-focos-de-queimadas-no-acre/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 + 3 =