Detento passa mal e morre no presídio; Iapen aguarda laudo da perícia

Menos de cinco dias, dois detentos do sistema prisional do Acre morreram. O último caso foi registrado nesta quinta-feira, 7, no presídio Francisco D’Oliveira Conde (FOC).

Francisco Edson de Araújo Fonseca, conhecido como “Titia”, de 48 anos, morreu na tarde de ontem, em uma das celas do pavilhão R. O Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) confirmou a morte do reeducando.

Segundo o Iapen, “Titia” passou mal no pavilhão R e, em seguida, foi retirada da cela para receber socorro. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas ao chegar apenas constatou o óbito.

Quanto a causa da morte, o Iapen aguarda a divulgação do laudo da perícia técnica que informará as reais circunstâncias da ocorrência do óbito.

fonte: acreonline.net

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + dezessete =