Prefeitura de Rio Branco esclarece sobre derrubada de palmeiras-imperiais na Via ChicoMendes

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia),
esclareceu nesta quarta-feira (12) que o motivo pelo qual levou à derrubada de algumas
palmeiras-imperiais na Via Chico Mendes se deu pela atual condição em que as árvores se
encontravam. Muitas delas já estavam condenadas e correndo o risco de tombarem.
Segundo o secretário da Semeia, Carlos Nasserala, desde o ano passado o corpo técnico
de engenheiros da Secretaria tem feito um relatório de acompanhamento das mais de
100 palmeiras da avenida. Nelas foram identificadas sérias avarias em sua estrutura que
comprometeram sua permanência na via.
O gestor esclareceu que, além da presença dos cupins em algumas, também foi
identificada a praga chamada broca-do-olho-das-palmeiras que compromete diretamente
o desenvolvimento e o aspecto da árvore.
“A supressão dessas palmeiras está sendo substituída por outras no local. Quem passa
pela Avenida Chico Mendes consegue observar que tem várias palmeiras plantadas,
inclusive estão sendo plantadas mais palmeiras do que já tinha anteriormente”.
O secretário ainda destacou que todas as palmeiras que estão sendo retiradas,
posteriormente serão substituídas por outras tendo em vista que deixar a cidade mais
arborizada é um compromisso da gestão.
De acordo com Kemmil Lima, um dos engenheiros que fazem parte do corpo técnico da
Semeia, a decisão de substituir as palmeiras se deu com base no resultado dos relatórios
em que se destacou a necessidade de ser realizada uma intervenção preventiva para
evitar possíveis acidentes.
“Ela pode estar tombando em cima de um veículo ou em cima de uma pessoa que passa.
Então, preventivamente, a Semeia faz essas vistorias e se posiciona com base no que se
encontra pela supressão dessa árvore, mas sempre pedindo pela substituição por uma
espécie adequada, já que pela cidade temos inúmeras árvores plantadas sem critérios
técnicos.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 1 =