servidores da empresa de limpeza, que atua no modelo de terceirização de serviços, Red Pontes, iniciaram um protesto contra seus contratantes devido aos meses de atraso de salário

No início da noite desta terça-feira, 19 de setembro, servidores da empresa de limpeza, que atua no modelo de terceirização de serviços, Red Pontes, iniciaram um protesto contra seus contratantes devido aos meses de atraso de salário, ticket alimentação e afins.

O deputado estadual, Afonso Fernandes, há meses vem sendo cobrado não apenas da população, mas do poder público para que o mesmo regularize a situação destes servidores, no entanto, isto aparenta ser algo que não preocupa ou incomoda o parlamentar em vigência de mandato.

“É humilhante trabalhar limpando pra garantir que pessoas tenham um bom local pra ser atendidas, e ser preciso implorar para receber. Eu queria ver esse deputado pilantra no nosso lugar. A gente fez campanha pra ele ano passado, e agora estamos aqui passando por isso”, disparou uma funcionária que prefere não ser identificada por medo de represálias.

Vale ressaltar que a Comissão Serviço Público, Trabalho e Municipalismo da Assembleia Legislativa do Acre (ALEAC) se reuniu no último dia 15 de agosto, para tratar justamente sobre os constantes atrasos dos salários dos terceirizados. Ironicamente o deputado Afonso Fernandes fez parte da reunião para apresentar propostas e soluções.

“Estamos aqui para dialogar, pois há algum tempo temos recebido denúncias de atrasos nos pagamentos dos terceirizados. Queremos saber quais os problemas enfrentados e o que de fato tem ocorrido. Aqui se forma uma mesa de negociação para que o governo dê uma explicação para a sociedade sobre o que está acontecendo”, disse Pedro Longo.

Este é um problema que vem se alongando há muito tempo, e que precisa ser corrigido. O deputado Afonso Fernandes, de acordo com informações, não responderia mais pela empresa, mas até a publicação desta matéria, não há nenhuma documentação disponível que aponte tal afirmação.

fonte: Alertacidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − cinco =