Alunos de escola municipal vencem etapa estadual do Prêmio MPT na Escola 2023 e seclassificam para etapa nacional

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seme), tem
investido no ensino dos alunos da rede municipal, para que eles vejam na escola um espaço
que, além da aquisição de conhecimentos, também possa ser um ambiente de oportunidades.

O que tem sido plantado hoje, será colhido amanhã, como foi o caso de dois alunos da Escola
Municipal de Ensino Fundamental Monte Castelo, no bairro Apolônio Sales, que após a
divulgação do Ministério Público do Trabalho em Rondônia e Acre (MPT/RO|AC), foram os
vencedores da etapa estadual do Prêmio Ministério Público do Trabalho (MPT) na Escola 2023
e se classificaram para a etapa nacional.

O prêmio é uma iniciativa do Projeto Resgate a Infância – Eixo Educação, desenvolvido pela
Coordenadoria Nacional de Combate ao Trabalho Infantil e de Promoção e Defesa dos Direitos
de Crianças e Adolescentes (Coordinfância. Desde 2022, o projeto é executado no Estado do
Acre em parceria com a Secretaria Estadual de Educação do Acre e com o Sebrae/AC,
envolvendo tanto escolas estaduais quanto municipais.

Segundo a secretária municipal de Educação (Seme), Nabiha Bestene, esse prêmio é de suma
importância não só para os alunos vencedores, mas também para a gestão de estar dando o
resultado de tudo aquilo que está sendo investido na educação.

“Nós estamos empenhados, o prefeito Tião Bocalom não deixa de cobrar isso dos gestores e
tenho certeza que na educação o carinho é especial. Está aqui o resultado, tenho certeza que
tudo isso que está se investindo está dando do resultado, essas crianças foram brilhantes, a
escola foi contemplada e está concorrendo para o nacional e nós vamos ganhar também”.

As categorias da premiação foram: conto, desenho, música e poesia, para alunos de 4º e 5º
ano, a temática foi sobre o trabalho infantil onde as produções deveriam ser feitas a partir das
atividades em sala de aula sobre o tema, através do material de apoio fornecido pelo
Ministério Público do Trabalho.

Das quatro categorias, a escola disputou em três, sendo elas conto, desenho e poesia, em que
foram vencedoras em duas, com o conto “Criança informada não tem seus sonhos roubados”,
de autoria de Gyovanna Marques de Araújo, e o desenho intitulado “A Escola no combate ao
Trabalho Infantil”, de autoria de Pedro José Pinto Torres.

Os ganhadores dos prêmios da etapa estadual vão receber um certificado na manhã do dia 5
de outubro, no auditório da Procuradoria do Trabalho no Município (PTM) de Rio Branco/AC.
Tanto Gyovanna Marques quanto Pedro José se mostraram felizes em terem ganhado a
premiação e agradeceram pela escola ter dado todo o suporte para que isso fosse possível.
Eles até aproveitaram para falar um pouco sobre a ideia de suas obras.

“Trazer a ideia de que uma criança não pode trabalhar que ela tem que estudar, brincar e não
trabalhar”, explicou Gyovanna Marques.

“Eu tive a ideia de fazer uma menina primeiro ela limpando a casa e depois ela descobrindo os
direitos e por último indo para a escola”, disse Pedro
José.

Para o diretor da escola Monte Castelo, Paulo Henrique, o incentivo da gestão nas escolas faz
toda a diferença, no sentido de que, assim, os gestores conseguem ter todo o apoio necessário
para que ações como essa sempre tenham a participação dos alunos.

“Essa gestão do prefeito Bocalom junto à secretária Nabiha Bestene tem feito com que o nosso
trabalho seja evidenciado, e isso é muito gratificante. Em outros momentos não é que não
houvesse, mas agora podemos ver com essa evidência com o trabalho desenvolvido pela
escola e hoje vocês estarem aqui e mostrando um pouco do nosso trabalho e daquilo que foi
desenvolvido mostra que a prefeitura tem plantado boas práticas dentro das escolas, e que
elas têm sido colhidas onde a escola está sendo premiada mais uma vez”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − 4 =