Prefeitura dar continuidade ao Programa de Aceleração do Crescimento e entrega 16 sobrados no loteamento Santo Afonso

Em um gesto de compromisso com a população, a Prefeitura de Rio Branco por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH) e da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra), deu continuidade no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para a construção de casas populares, estilo sobrado. Nesta segunda-feira (9), a Prefeitura fez a entrega de 16 imóveis, estilo sobrado, para as famílias contempladas.

A municipalidade deu uma contrapartida de R$ 800 mil para finalizar os sobrados que faltavam. O terreno mede no total 250m² e os imóveis possuem dois quartos, sala/cozinha conjugadas e um banheiro. Segundo a secretária municipal da SASDH, Suellen Araújo, com a conclusão desta etapa a Prefeitura de Rio Branco alcançou mais de 915 famílias, ou seja, uma média de quase cinco mil pessoas foram beneficiadas no loteamento Santo Afonso com a conclusão dos trabalhos. A gestora ressalta que são ações como essa que resgatam a dignidade da população rio-branquense.

“Aqui são famílias oriundas do PAC, que estavam cadastradas dentro dos requisitos e também as famílias que estavam há mais tempo no aluguel social, exatamente essas pessoas que vinham das áreas de risco ou que, de alguma maneira, estavam encaixadas em nossos requisitos sociais”.

De acordo com o prefeito da capital, a entrega desses sobrados tem um grande significado porque, desde que assumiu essa gestão, um de seus compromissos foi de diminuir o déficit habitacional de Rio Branco. O gestor ainda destacou que esse é apenas o início, tendo em vista que no ano que vem será executado o Programa 1.001 Dignidades, bem como o Programa Minha Dignidade, em parceria com a Caixa Econômica.

“Isso daqui é uma coisa antiga, todo mundo sabe que é um projeto do governo federal do PAC, onde infelizmente estava tudo depredado e a Prefeitura precisou investir um pouco mais de R$ 800 mil para poder deixar na situação que está hoje para poder entregar. O importante é que famílias que estavam cadastradas há muito tempo, inclusive no aluguel social há mais de 5 anos, estavam esperando e estou feliz, porque pelo menos vamos colocar a esperança na vida dessas famílias que estavam há tanto tempo querendo sua casa própria. Isso reflete a posição em cuidar bem do ser humano”.

Para as famílias contempladas, o sentimento é de gratidão por estarem há mais de cinco anos à espera de um lar próprio e ter sido nessa gestão que o sonho de anos foi finalmente realizado. “Fiquei muito feliz porque eu não esperava, foi uma surpresa muito grande meu coração foi a mil”, declarou Sebastiana Ferreira.

“Esse é um sentimento muito grande, eu já estava chorando antes mesmo de você falar, estou muito feliz por chegar o grande dia de você chegar e ter o seu próprio lar. Eu só tenho que agradecer a Deus… Eu sabia disso que um dia quem ia entregar a minha casa era o Bocalom, ninguém acreditava, mas eu sabia disso”, expressou Maria do Carmo.

Essas famílias se juntaram às mais de noventa famílias que já residem nos demais sobrados e que terão acesso a diversos equipamentos públicos, tais como: pré-escola municipal e escola de ensino fundamental, Unidade Básica de Saúde, academia ao ar livre, quadra de grama sintética, equipamentos esportivos e de lazer e em breve será instalado um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze − 1 =