Prefeitura de Rio Branco recupera máquinas que estavam abandonadas

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Cuidados com a Cidade (SMCCI), conseguiu devolver para compor as equipes de limpeza das ruas algumas máquinas que estavam há dois anos paradas por falta de manutenção.

Ao todo, doze máquinas passaram por uma recuperação mecânica, sendo um trator roçadeira, duas retroescavadeiras, uma pá carregadeira, três tatuzões, duas caçambas, um caminhão-pipa e dois caminhões carga seca. Os equipamentos foram recuperados na oficina da secretaria.

Segundo o secretário da SMCCI, Joabe Lira, algumas máquinas precisaram de pequenas intervenções. Ele destacou que o trabalho realizado com esses equipamentos é fundamental, como é caso dos tatuzões que fazem o serviço de desobstrução de esgoto.

“Na realidade, isso se trata da reformulação que o prefeito Tião Bocalom fez em toda a Prefeitura de Rio Branco, em especial na SMCCI. Nós sabíamos que os poucos equipamentos que tinham estavam quebrados e sem manutenção, e a maioria deles estavam inutilizados. Ao assumirmos, o prefeito fez o compromisso de fazer a manutenção daqueles que estavam servíveis”.

Joabe: “Investimentos fizeram a limpeza pública da Capital referência no norte” (Foto: Evandro Derze)

O secretário ainda destacou a aquisição de 12 motos que estão sendo utilizadas pelos fiscais de limpeza, uma vez que as antigas eram cedidas de outras secretarias e estavam em péssimas condições de uso.

“Todos esses investimentos fez com que a limpeza pública de Rio Branco seja referência no norte, eu tenho certeza que Rio Branco está cada vez mais bonita e limpa, graças ao empenho da equipe Tião Bocalom que colocou recursos e deu condições para que a gente pudesse fazer essa reformulação, não apenas aumentando a quantidade de equipes, mas também fazendo a manutenção e compra de novos maquinários para a secretaria”.

O chefe de Transporte da SMCCI, Francisco Edson, destacou o gasto consciente do dinheiro público por parte da municipalidade ao fazer os reparos nas máquinas.

“Com a recuperação desses equipamentos, a Prefeitura deixou de locar carros de fora, máquinas em que o aluguel é muito caro e por isso tivemos uma contenção de despesas bem elevada”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 3 =