O Acreano Ramon Dino disputará Mundial de fisiculturismo nos Estados Unidos

O acreano Ramon Dino, 28 anos, vai participar do maior campeonato do fisiculturismo mundial, o Mr. Olympia 2023, que será disputado nos dias 2 a 5 de novembro, em Orlando, nos Estados Unidos. Dino esteve em segundo lugar na competição do ano passado, ficando atrás apenas de Chris Bumstead.

O ano de Dino é bom, tendo ganhado o Arnold Classic Ohio, a segunda competição mais importante da categoria, em março, embolsando cerca de R$ 312 mil com a premiação do evento.

Dilermano Junior é um dos acreanos que acompanham Ramon, antes mesmo de ele sair do estado, realizando diversos treinos com ele, enquanto o atleta ainda estava aqui, e comenta um pouco sobre as dificuldades enfrentadas pelo fisiculturista, apesar da  sua boa genética para o esporte.

“Nós treinávamos sempre no Horto e no SESC. O início foi bem difícil, sem grana e sem apoio, mas ele sempre teve uma genética absurda e muita força de vontade”, conta Dilermando.

https://disploot.com/r/p.html?f=szwnxc&e=1227774783541

Tyson Leandro, que conheceu o competidor antes de sair do Acre, também destaca os problemas enfrentados no início de carreira. “Ramon era um cara humilde; no início, a alimentação era arroz com salsicha ou ovo, porque a grana era curta, pegava ovo fiado perto de casa pra poder continuar”.

Sobre a torcida para o Mr. Olympia, ambos se mostram otimistas para a competição e uma possível vitória de Dino. “As expectativas são sempre as melhores, ele está evoluindo muito, a cada competição ele apresenta um físico surreal, existe uma expectativa grande de ele vencer este ano”, conta Dilermano. Tyson também está animado para a competição. “A expectativa é a melhor sempre, mas é um adversário complicado, Chris Bumstead e Ramon tão ali no topo, sempre uma disputa forte, mas vamos torcer pra que, dessa vez, ele (Ramon Dino), leve a melhor”, conta Tyson.

Cenário favorável

Em 2023, as expectativas são altas para que o acreano leve o prêmio, já que o seu principal adversário, o canadense Chris Bumstead, conhecido também como Cbum, teve alguns problemas durante a preparação. Como revelou em setembro, através de um vídeo em seu canal no YouTube, ele está enfrentando alguns problemas para chegar no físico que gostaria para a competição.

Apesar de não entrar em maiores detalhes, a insatisfação de Cbum com sua condição para competir são claras. “Meu corpo começou a ficar meio doente. Ele (o corpo) não estava se sentindo bem, meu físico não estava respondendo”, explicou o fisiculturista canadense, em seu canal no YouTube. Mesmo com o adversário já recuperado, Ramon segue confiante. Vale lembrar que o rival de Dino afirmou ter conseguido superar a má fase, mas ainda sim teve um período conturbado na preparação e isso pode afetar o resultado final.

Ao todo, o Brasil conta com mais de 20 representantes no Mr. Olympia 2023, espalhados entre as mais diversas categorias.

fonte: folhadoacre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − 6 =