A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira a Operação Resquícios, que investiga esquema de fraude em licitação, lavagem de capitais e organização criminosa ocorridas nos Municípios acreanos de Porto Walter, Cruzeiro do Sul e Rio Branco.

A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira (07/11/2023), a Operação Resquícios, que investiga esquema de fraude em licitação, lavagem de capitais e organização criminosa ocorridas nos Municípios acreanos de Porto Walter, Cruzeiro do Sul e Rio Branco.

O esquema era composto por um núcleo político, integrado por agentes públicos que direcionavam e favoreciam certas empresas em licitações ocorridas em Porto Walter/AC e um núcleo empresarial, que superfaturava o objeto das licitações e operava a lavagem do dinheiro, remetendo parte dos valores aos agentes públicos envolvidos.

A Operação, que contou com aproximadamente 40 Policiais Federais, para cumprimento de 9 (nove) mandados de busca e apreensão nas cidade de Cruzeiro do Sul/AC, Rio Branco/AC e Pau dos Ferros/RN, expedidos pela Vara Única da Justiça Federal da Subseção de Cruzeiro do Sul.

Os investigados poderão responder pelos crimes de fraude à licitação, nos termos do artigo 337-L, do Código Penal, além dos crimes de Lavagem de Capitais, previsto no art. 1° da Lei 9.613/1998 e Organização Criminosa, previsto no art. 2° da Lei 12.850/2013.

O nome da operação (Resquícios) é uma referência aos indícios de cometimento de delitos que foram encontrados em outras investigações conduzidas pela Delegacia de Polícia Federal de Cruzeiro do Sul.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − quatro =