Prefeito de Rio Branco Participa Como Palestrante De Fórum Estadual De Secretarias Municipais De Administração E Gestão Administrativa

O Fórum Estadual de Secretarias Municipais de Administração e Gestão Administrativa reuniu secretários de todos os municípios acreanos. A ideia é proporcionar uma troca de conhecimento entre os gestores.

“O nosso fórum agora ele deriva do FONAC, que é o Fórum Nacional, e com a vinda do fórum em agosto, né, surgiu-se a ideia de fazer o FESAG, que seria a gente congregar o secretário de Administração e Planejamento e Finanças dos municípios, aqui do Acre, para trocar experiências”, informou o secretário municipal de Gestão Administrativa, Jhonatan Santiago.

O prefeito de Rio Branco foi um dos palestrantes. Ele fez um resumo de sua gestão apresentando as principais obras de governo.

“Aqui na capital, a nossa realidade é diferente da realidade dos municípios inteiros, mas eles têm que cumprir a administração como a gente cumpre aqui também. Então é muito importante que eles venham para poder fazer esse encontro aqui, onde eles vão se atualizar em muita coisa, principalmente na questão da administração, que é fundamental. E vir também trocar experiência entre cada um, município e o outro, o Rio Branco mostrar como é que está fazendo o seu trabalho, o que é que de repente eles podem aproveitar de Rio Branco, porque Rio Branco pode aproveitar deles também. Enfim, todo mundo tem alguma coisa diferente e boa que o outro possa copiar”.

Os secretários de Administração e Finanças dos municípios, também destacaram a importância da troca de conhecendo. De acordo com Máximo Costa, secretário de Administração de Porto Acre, inovar é preciso.

“Com a inovação e, acima de tudo, com a função dos órgãos externos, que é estar nos orientando, e estar fazendo com que a gente possa executar de melhor forma, os recursos que são enviados ao município, ter mais conhecimento, compartilhar conhecimento é extremamente necessário.”

Segundo a secretária de Administração de Capixaba, Luana de Oliveira, às vezes, os fgestores erram por falta de conhecimento.

“O certo e procurar fazer sempre o certo. Quem trabalha em órgãos públicos tem que fazer a coisa certa, porque senão o órgão fiscalizador vai estar na sua porta. Conhecimento nunca é demais é uma troca de conhecimento.”

(Foto: Izaías Gomes/Assecom)
(Foto: Izaías Gomes/Assecom)
(Foto: Izaías Gomes/Assecom)
(Foto: Izaías Gomes/Assecom)
(Foto: Izaías Gomes/Assecom)
(Fot

Fonte: prefeitura de Rio Branco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × cinco =