Prefeitura de Rio Branco Faz Manutenção Constante Em Rotatórias E Canteiros

Na paisagem urbana, rotatórias não apenas facilitam o fluxo do tráfego, mas também oferecem uma oportunidade de embelezar a cidade com flores e plantas. Porém, a presença de matos e ervas daninhas pode significar muito mais do que um simples aborrecimento estético e por isso a manutenção regular dessas áreas é vital para a saúde do ecossistema local, a segurança viária e a própria imagem da comunidade.

Com esse objetivo, equipes da secretaria municipal de Meio Ambiente (Semeia), fazem limpeza e manutenção constante em canteiros e rotatórias na cidade, como por exemplo na rotatória em frente a AABB, trabalho realizado durante dois dias por uma das equipes da Semeia.

Segundo o encarregado do paisagismo, Renato Vieira, a remoção de ervas daninhas das rotatórias ajardinadas não se resume à estética; Afeta diretamente a saúde das plantas ornamentais e flores.
“As ervas daninhas competem por nutrientes, água e luz solar, prejudicando o crescimento e a floração das plantas desejadas. Além disso, elas podem ser hospedeiras de pragas e doenças que podem facilmente se alastrar para as plantas ornamentais”, explicou.

Rotatórias são pontos críticos para a segurança de motoristas e pedestres e a manutenção adequada garante que motoristas têm visão clara de sua volta, reduzindo assim o risco de acidentes.

De acordo com o secretário da Semeia, Carlos Nasserala, esse cuidado eum pedido específico do prefeito já que rotatórias bem cuidadas podem ser um cartão de visita para residentes e visitantes mostrando que a gestão se preocupa e valoriza o cuidado e a organização.

“A remoção de ervas daninhas e a manutenção adequada das rotatórias com flores e plantas não são apenas questões de manutenção rotineira; elas desempenham um papel crucial na promoção de uma cidade mais limpa, saudável e acolhedora. Através dos esforços conjuntos da comunidade e dos órgãos municipais, é possível garantir que esses espaços continuem a servir não só como elementos funcionais de tráfego, mas também como pontos de beleza natural e de orgulho para os moradores”, enfatizou Nasserala.

(Foto: Melissa Jares/Assecom)
(Foto: Melissa Jares/Assecom)
(Foto: Melissa Jares/Assecom)
(Foto: Melissa Jares/Assecom)
(Foto: Melissa Jares/Assecom)
(Foto: Me

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + dezessete =