Prefeitura de Rio Branco concluiu fase de testes em semáforos superinteligentes na avenida Ceará

Os semáforos que irão modernizar o trânsito em Rio Branco, por meio de inteligência artificial, foram testados e já estão em uso. Outros 58 aparelhos inteligentes que podem ser controlados remotamente vão começar a ser instalados na capital acreana. O prefeito Tião Bocalom, esteve no cruzamento da rua Osmar Sabino com a Av. Ceará, onde foi implantado um dos conjuntos semafóricos inteligentes.

Bocalom: “O povo de Rio Branco merece a modernização” (Foto: Val Fernandes/Assecom)

De acordo com o prefeito de Rio Branco o benefício faz parte de um projeto de tornar a capital acreana, uma cidade mais conectada à tecnologia.

“Rio Branco fluindo normalmente. Para isso nós já estamos fazendo os viadutos. O da Avenida Ceará que é o da AABB, a gente vai, se Deus quiser, começar em março e o outro viaduto que já está em andamento que é lá do Araújo Mix. Isso mostra o nosso compromisso da modernização da nossa cidade. O povo de Rio Branco merece a modernização. O trânsito de Rio Branco é muito grande é muito intenso e a gente precisa modernizar cada dia que passa. Esse semáforo aqui vai abrir de acordo com a demanda de cada avenida.”

Benício: “Os semáfotos já provaram sua utilidade” (Foto: Val Fernandes/Assecom)

O superintendente da RBTrans, Benício Dias, disse que durante a fase de testes que aconteceu desde a semana passada, os semáforos instalados na avenida Ceará e próximo ao Terminal Urbano, no centro da cidade, já provaram sua utilidade.

“O sistema funciona. Tínhamos dúvidas, mas ao longo dos testes fomos respondendo às questões. O semáforo observa a quantidade de veículos na via e abre ou fecha o sinal, automaticamente. Os outros 58 semáforos inteligentes, que não possuem câmeras, são integrados a um sistema online onde, da base de operações da RBTrans, conseguiremos fazer alterações em tempo real na abertura ou fechamento do sinal, eliminando a necessidade de um operador vir até o local com um computador para refazer a programação”, explicou o superintendente.

As câmeras fazem a captura das imagens das ruas pelo semáforo e envia à central de controle, que por meio de inteligência artificial, interpreta os dados e decide encurtar ou alongar o tempo de sinal vermelho ou verde. Por exemplo: se a inteligência artificial interpreta que uma rua está sem tráfego, automaticamente o sinal fica vermelho para liberar o trânsito das outras vias, já que não faz sentido manter em verde, o sinal de uma via sem veículos.

Com a nova tecnologia, os semáforos têm mais autonomia de energia. Se houver um blackout, o trânsito vai continuar fluindo normalmente. É o fim dos transtornos no trânsito após a queda de energia.

“Aquele blackout não vai ter mais e àquele caos no trânsito também não”, comemorou o motorista Vinícius Lira.

“Com essas baterias que aguentam 7 horas, vai melhorar o trânsito que vai continuar fluindo, evitando acidentes”, destacou Alex Gugel.

O valor investido pela gestão foi de R$ 3 milhões, de recurso próprio da Prefeitura de Rio Branco.

“Juntando os dois investimentos da ordem de aproximadamente 3 milhões de reais. Recurso próprio, entenda isso, é dinheiro teu, é dinheiro nosso. É isso, modernizar a cidade para dar mais tranquilidade de vida para a nossa população e mais dignidade”, concluiu o prefeito.

Foto: Val Fernandes/Assecom
Foto: Val Fernandes/Assecom
Foto: Val Fernandes/Assecom
Foto: Val Fernandes/Assecom
Foto: Val Fernandes/Assecom
Foto: Val Fernandes/Assecom
Foto: Val Fernandes/Assecom
Foto: Val Fernandes/Assecom
Foto: Val Fernandes/Assecom
Foto: Val Fernandes/Assecom
Foto: Val Fernandes/Assecom
Foto: Val Fernandes/Assecom
Foto: Val Fernandes/Assecom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 3 =