A síndrome que afeta Celine Dion, que fez aparição surpresa no Grammy

Na noite do Grammy, Celine Dion fez uma rara aparição desde que seu diagnóstico de síndrome da pessoa rígida veio a público. 

O quadro, que causa a perda de controle dos músculos, é um distúrbio neurológico raro com características de uma doença autoimune.

Dion, de 55 anos, recebeu ajuda para subir no palco e apresentar o prêmio, cerca de 27 anos depois de tê-lo recebido das mãos de Diana Ross e Sting. 

Taylor Swift, que acabou ganhando na categoria de Álbum do Ano, foi uma das muitas pessoas que se levantou quando a cantora apareceu. 

“Obrigada a todos, eu amo vocês de volta. Quando digo que estou feliz de estar aqui, realmente digo isso do fundo do meu coração”, disse Dion.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + seis =