PF, MPT e MTE unem esforços para combater o trabalho análogo ao de escravo no AC

Rio Branco/AC. A Polícia Federal, em conjunto com o Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), deflagrou, nesta última quinta-feira (14/3), a Operação 12 Porteiras contra condição análoga à escravidão, em uma fazenda localizada em Xapuri/AC.

Na ocasião, trabalhadores encontravam-se em situações precárias, sem cama para dormir, água potável ou alojamentos adequados. Eles também eram vigiados durante o trabalho e não recebiam horas extras. Além disso, eram submetidos a jornadas exaustivas e desvio de função.

A operação resultou na constatação de irregularidades trabalhistas e possíveis indícios de elementos caracterizadores de condição análogo à de escravo, ainda que de modo isolados, como jornada exaustiva e condição degradante de trabalho.

A Polícia Federal reforça o seu compromisso em combater o trabalho escravo e garantir os direitos trabalhistas dos cidadãos brasileiros. A população pode colaborar com denúncias pelo Disque 100.

Comunicação Social da Polícia Federal no Acre
Fone: (68) 99912-8812
E-mail: 
cs.srac@pf.gov.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − 2 =