Prefeitura de Rio Branco garante escoamento da produção rural durante o inverno

Sem escoamento não há produção. O que motiva o produtor a produzir o ano todo é a garantia de que o seu produto será levado até o ponto de comercialização com segurança. Para isso, a Prefeitura de Rio Branco lançou o projeto de 100 dias, que é recuperar os pontos críticos nos ramais evitando o isolamento.

Gleison: “Estamos trabalhando nos pontos críticos” (Foto: Evandro Derze/Assecom)

A intervenção foi realizada no ramal liberdade na estrada Transacreana. Cerca de 200 famílias residem na localidade. A região contempla centenas de produtores da agricultura familiar que são assistidos pela prefeitura, por meio de assistência técnica e fomento.

“Isso, é importante. A gente montou um projeto de 100 dias, que é tirar o produtor do isolamento. Estamos trabalhando nos pontos críticos. Com bota fora que a gente tirou do asfalto de Rio Branco e trouxe aqui para tirar o produtor do isolamento”, destacou o zootecnista, Gleison Lopes.

Cristiane: “A gente fez o pedido, solicitamos o benefício e fomos bem atendidos” (Foto: Evandro Derze/Assecom)

A produtora rural Cristiane de Jesus é presidente da Associação Rural. Ela repassou a demanda para a Seagro e foi prontamente atendida com o serviço de manutenção. Um reforço nos pontos críticos e na cabeceira da ponte foi feito para garantir a retirada dos produtos.

A gente fez o pedido, solicitamos esse benefício e fomos bem atendidos. A gente só tem a agradecer o projeto deles que nós solicitamos e eles nos atenderam. A prova está aí.”, informou Cristiane.

Elson: “A prefeitura tem sido uma parceira” (Foto: Evandro Derze/Assecom)

O Elson disse que o serviço ficou bom. Ele lembra que nesse período, qualquer chuva compromete o ramal. Por isso que é necessária a parceria com o poder público.

“A prefeitura tem sido uma parceira. A cabeceira da nossa ponte estava muito ruim. A prefeitura veio, trouxe um concreto, que nós estamos colocando. Esse ano, graças a Deus, a prefeitura tem nos ajudado. Nosso ramal tem seis quilômetros e com esse serviço vai melhorar a situação e vamos porder escoar nossos produtos.”

Outra região que recebeu intervenção foi no ramal da Lua, localizado na comunidade Baixa Verde, estrada de Boca do Acre. As máquinas recuperaram um longo trecho que desmoronou pela fragilidade do solo, o serviço evitou que os produtores ficassem sem trafegabilidade. No Caipora, também foi necessária a intervenção. Todo serviço de drenagem e piçarramento foi feito.

“E tudo que a gente está solicitando, a gente está sendo bem atendido. A gente é grato por isso, Só temos a agradecer a prefeitura, em geral, todos lá, porque a gente precisava.”

Até o momento já foram recuperados mais 50 quilômetros de ramais no projeto de 100 dias. Foram serviços necessários para ajudar no escoamento da produção e consequentemente evitar o desabastecimento nos pontos de comercialização da cidade. Como no mercado Elias Mansour.

O secretário municipal de Agropecuária, Eracides Caetano, informou que o programa de cem dias conta com cinco equipes de manutenção que estão corrigindo os pontos críticos de todos os ramais que apresentam transtornos.

“Nós estamos recuperando todos os pontos críticos para evitar que o produtor não fique isolado, sem ter condições de escoar a produção.”

E assim, a prefeitura vem assistindo e dando condições ao homem do campo de trabalhar e viver com dignidade.

Foto: Evandro Derze/Assecom
Foto: Evandro Derze/Assecom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + dois =