Prefeitura de Rio Branco prestigia abertura do Projeto Justiça e Cidadania na Escola doTJAC

A Prefeitura de Rio Branco esteve presente, na manhã desta quarta-feira (8), na Escola
Estadual Clínio Brandão, prestigiando a abertura da edição de 2024 do Projeto
“Cidadania e Justiça na Escola”, idealizado pelo Poder Judiciário, em parceria com o
Estado, Município e órgãos como OAB.


O projeto busca contribuir para a formação de crianças como agentes multiplicadores de
saberes e proporcionar, também, maior aproximação e interação entre o Poder Judiciário
e a sociedade, conhecendo mais a realidade social e o cotidiano escolar.
Segundo a secretária municipal de Educação, Nabiha Bestene, o projeto idealizado há
mais de dez anos vem para somar na formação dos alunos.
“Esse projeto vem para que a criança compreenda que ela tem direitos e deveres. Por
isso que tem que passar pelas escolas. Isso é um grande ensinamento, vai nos ajudar na
sociedade, porque eles irão nos substituir no futuro. Então, essas crianças têm que ter
noções do que é ser cidadão e do que é justiça, com essa cartilha que hoje está sendo
entregue, vão aprender e passar para casa, levando para os pais e vizinhos. Isso é muito
bom.”
Das doze escolas contempladas com o projeto, seis delas são da Rede Municipal de
Ensino, a ideia é de alcançar mais de 500 estudantes. Serão realizadas palestras
abordando temas como: democracia, direitos e deveres, estrutura e atribuições do
Estado.
Para a presidente do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), desembargadora Regina
Ferrari, a visão do projeto é que consiga despertar nas crianças desde a infância a
importância de respeitar os direitos e deveres da sociedade.
“É fundado na cidadania o que é ser cidadão e aprendendo na escola, porque com a
cidadania se constrói um caminho de justiça. E a gente aprende também que ao
respeitarmos o nosso coleguinha, estamos aprendendo a ser cidadão, pois não é só
reivindicar seus direitos, mas também ajudar a construir um mundo melhor, fraterno,
com mais amor, convivência e com mais bem-aventurança de paz, porque o mundo
precisa de paz”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + 10 =